O Que Habita em Mim

img_20181029_142503

“Mamãe, O Jesus está no nosso coração!” Olivia sempre fala isso pra mim, e como não amar, né?

 

Em meio a tantos eventos internacionais, nacionais e locais, não teria como eu não expressar o meu parecer. Aprendi que deixar sentimentos guardados, faz mal ao coração e eu quero ter vida longa para estar bem pertinho dos meus amores Noah e Olivia.

Eu me lembro que na minha adolescência (até mesmo pré- adolescência), eu lia os versículos do livro de Apocalipse e u ficava intrigada com os finais do tempo. Me perguntava como será que tudo iria acontecer, quem seria o anticristo, quais a pessoas seriam escolhidas por Deus. O tempo foi passando e eu nunca deixei de me perguntar tudo isso na minha cabeça. Porém, com o passar do tempo o interesse `a essas respostas foi diminuindo e a demanda da vida adulta foi aumentando. Hoje, casada e com dois filhos, eu tenho mais interesse no que os meus filhos vão levar de lanche para o colégio amanhã, do que saber se eu vou escutar a trombeta tocar do céu! Por favor, né?

O livro de Apocalipse voltou a minha memória quando que em 2016, um homem sem estrutura constitucional, racista, mal-educado, mentiroso, manipulador, ganancioso, egoísta, adúltero, xenofóbico e narciso conseguiu ser eleito presidente dos Estados Unidos. Além de tudo isso, a base eleitoral dele foi construída a partir de um só grupo: evangélicos brancos americanos. Não foi preciso apresentar plano de governo, não foi preciso apresentar documentos obrigatórios, a qualquer candidato, à presidência e também não foi preciso ele ter algum conhecimento político para ser eleito. Ele só precisou usar dois sentidos das emoções: medo e ódio. Durante toda a campanha ele propagou medo a imigrantes e ódio a todos que são diferentes.

Por que estou falando desse homem? Porque preciso falar pra você que eu e minha família, jamais fará parte de ondas politicas, grupo não governamentais, clubes ou qualquer afiliação baseada em desamor ao próximo. Quando os meus olhos presenciaram evangélicos demonstrando compatibilidade com apologia a racismo, xenofobia, homofobia e preconceito; foi aí então que lembrei do que o livro de Apocalipse se refere quando cita os finais do tempo. A ficha caiu: Eu, Camila Fernanda, estou dentro do livro Apocalipse, vivendo nos finais do tempo!

E como isso já não bastasse, o Brasil, como de praste, copiou os Estados Unidos e elegeu um homem duas vezes pior do que o da América.

Mas o meu descontentamento não são com os presidentes eleitos e sim com as pessoas que colocaram eles lá. Jamais vou comparar o Brasil com os Estados Unidos, porque será o mesmo que comparar maçã com laranja. Ambas sao frutas, porem às duas tem gostos e sememptes diferentes.

Para justificar voto, o povo evangélico criou diversas explicações que segundo eles tinham base bíblica para os seus votos. O meu problema com o Cristianismo é exatamente esse: a subjugação  “baseada” nas leis de Deus. Vamos ver quantos eventos na história foram criados por causa do cristianismo:

 

  • Santa Inquisição (a morte, ou prisão, ou queimação em praça pública de pessoas que não acreditavam em Deus ou não se submetiam às ordens cristãs. Século XIII)
  • Escravidão dos Negros (Cristãos  clérigos acreditavam que negros inferiores por serem diferentes, logo, vamos escravizá-los)
  • Colonização (durante a colonização, cristãos matavam em nome de Deus, e enforcava o cristianismo aos presos de guerra e aos povos colonizados)

Eu poderia continuar, mas acho que esses três eventos históricos na humanidade são grandes o suficiente para justificar o quanto o cristianismo é usado para justificar barbárie.

Continuando… a minha decepção é ainda maior com o povo brasileiro. Talvez, eu fale isso por ser mulher, de classe média, negra e ter pais que não possuem diploma universitário. Eu vou falar o meu lado da história pra ver se você entende um pouco da minha decepção. Presta atenção: Não estou me fazendo de vitima, não me sinto vítima e nem estou pedindo que você sinta pena de mim. De maneira alguma, pelo amor!!!!!! Eu, Camila, cresci privilegiada, sempre estudei em colégios particulares, sempre tive brinquedos da moda, jamais senti fome, sempre tive as roupas da moda e sempre tive acesso a tudo que precisei para que hoje estivesse onde estou. Porém, eu sempre era a única negra da minha sala, a única menina de cabelo crespo, a única menina de cabelo curto, e muitas vezes a única negra da série escolar. Sempre fui zoada por ter cabelo crespo e nunca fui desejada para ser namorada. Sempre fui querida por todos, mas sempre vista diferente por todos. Portanto eu cresci nesse paradoxo de ser aceita e não ser aprovada. Parecia que quando chegava a mim, havia sempre algo a deseja que não agradava às pessoas. E claro, tenho certeza que isso não foi só comigo que sou negra!! De certa forma, esse paradoxo me permitiu ler as entrelinhas da vida e analisar as duas moedas de cada situação.

Por isso, eu me encontrei em Jesus. Um homem tão maravilhoso e tão simples que veio para os seus, mas os seus o rejeitaram porque ele era muito diferente das expectativas que o mundo havia colocado pra Ele! Em Jesus eu encontrei um alívio de que por mais que eu não fosse aquilo tudo que o mundo queria que eu fosse, ainda assim eu seria aceita por Ele, pois Ele me amou primeiro!

Aí, em pleno século XXI, em 2018 eu presencio com os meus olhos cristãos, negros e pobres apoiando homens e mulheres que vão contra todo o gospel de amor que Jesus pregou. Como negra, como mulher e como cristã eu tenho o dever de ser representada por tudo aquilo que quer que eu seja bem sucedida. A Bíblia é muito clara em respeito a falsos seguidores de Cristo. Afinal de contas, o pecado nasce conosco.

 

Portanto, pelos seus frutos os conhecereis. 21Nem todo aquele que diz a mim: ‘Senhor, Senhor!’ entrará no Reino dos céus, mas somente o que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. 22Muitos dirão a mim naquele dia: ‘Senhor, Senhor! Não temos nós profetizado em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônios? E, em teu nome, não realizamos muitos milagres?’ 23Então lhes declararei: Nunca os conheci. Afastai-vos da minha presença, vós que praticais o mal. O sábio e o insensato (Mateus 7:21-23)

 

Esse versículo, me leva a pensar nas barbaridades faladas diariamente pelos candidatos à presidência que se julgam evangélicos. Homens e mulheres que apoiam o preconceito ao próximo, que veem outros como uma população menor, que apoiam abuso emocional e sexual baseado na masculinidade e que acreditam firmemente que Deus “quer” à morte de um povo baseado nas suas escolhas de vida. Meu Deus!!!!

Pra que Jesus rasgou o véu?

Pra que Jesus veio como um homem simples?

Pra que Jesus se submeteu à morte de cruz?

Por que Jesus disse que o maior mandamento deles todos era Amar à Deus em primeiro lugar e amar o próximo como à si mesmo?

Por que Jesus trabalhou nos Sabbath?

Por que Deus não fulminou o mundo de novo?

Por que à salvação não e baseada em serviços e sim o coração?

Por que Deus nos deu o livre arbítrio se Ele nos criou para o seu Louvor?

Por que Deus defendeu uma prostituta perante à tantos homens?

Pra que Deus permitiu que uma mulher soubesse sobre à ressurreição de Jesus num tempo dominado por homens?

Eu posso te responder. Eu acredito piamente que Deus está mais interessado no amor que você prega através da sua vida do que às leis bíblicas que você acha que precisam ser aplicadas na sua comunidade. Acredito que o meu Deus rasgou o véu na cruz, e derramou sangue para que eu e você pudéssemos ser instrumentos de amor nas mãos de Deus.

Corrupcao? Mentira? Falsidade? Ganancia? Infelizmente nascemos com tudo isso. E nao vai ser ditadura, igreja evangelica, senador evangelico, tortura ou assassinato que vai mudar a essencia do ser humano ou daqueles que estao no poder governamental. 

 

“Esta é a Palavra do SENHOR a ser entregue a Zorobabel: ‘Não por força nem mediante a violência, mas pelo poder do meu Espírito!’, afirma o Senhor dos Exércitos.  (Zacarias 4:6)

Dentre 6 ultimos paises  do mundo à abolir escravatura o Brasil foi o 2o, fazendo-o em 1888. O que será que isso representa na atual história brasileira? O Brasil, é o 5o país líder de violencia domestica contra mulher. O que isso reflete sobre à nossa sociedade? O Brasil é o pais lider de assassinato à trasnexuais. O que isso diz sobre o nosso ego? Esses três fatos brasileiros elegeram o atual presidente do Brasil. O brasileiro negro, cristão, miscigenado, homofóbico, machista, racista eh meu vizinho, eh meu colega de trabalho, é o diácono da minha igreja, é a mãe do meu amigo, é um parente meu, é à empregada. É o povo que foi escravizado na colonização, crescido na subjugação e vive na mentira do egocentrismo.

 

Quanto à mim, eu prefiro viver e criar os meus com O Jesus que Habita em Mim!

 

Camila Fernanda

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.